Responsabilidade dos país

ORDENANÇA DE DEUS AOS PAIS: "E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te."
(Deuteronômios 6.6,7)

RESPONSABILIDADE DOS PAIS: "Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele."(Provérbios 22.6)

TAREFA DOS FILHOS: VÓS, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. (Efésios 6.1)

FAMILIA

Clique Aqui e veja mais imagens
ESSE BLOG ESTÁ A SERVIÇO DE DEUS "INVESTINDO NAS CRIANÇAS"

sábado, 3 de janeiro de 2015

DESPERTEM, CRIANÇAS EM PERIGO!




NOTA: Se você encontrar nesse blog algum link que indique ou leve para  sites suspeitos me ligue por favor, ou passe um watssap. Infelizmente recentemente fizeram uma maldade com o portal, do SEMENTINHA KIDS,  infectaram com links de sites ponográficos. Só uma pessoa que serve ao mal para praticar tal ato. Os  administradores já estão salvando as postagens, e já tem alguns arquivos disponíveis. Orar. Nossa luta é em favor das crianças.
Quero agradecer ao irmão Paulo Barata, da Bahia, que me informou assim que viu. Deus continue lhe abençoando meu irmão.

Jogos online: Ajude as crianças a jogar com segurança
Para ajudar a manter os jogos online de seu filho em ambiente seguro, apropriado para a idade, divertido e educativo, comece informando-se e ensinando seus filhos a respeito dos riscos. Depois, siga os conselhos práticos abaixo.
Conheça os riscos dos jogos online
  • As crianças podem baixar o ruim junto com o bom. Quando as crianças baixam jogos de sites menos confiáveis ou por meio de links em e-mails, mensagens de texto ou instantâneas, podem também baixar conteúdo ofensivo, spam ou software Mal-intencionado.
Alguns jogos “grátis” exigem um perfil detalhado e, desta forma, os proprietários do jogo podem alugar ou vender ilegalmente os dados da criança.
  • As crianças podem sofrer intimidações. Alguns jogadores jogam apenas para hostilizar e agredir outros jogadores usando palavrões, enganando-os ou atacando-os de forma inadequada.
  • Pessoas mal-intencionadas podem fazer amizade com as crianças. Alguns adultos podem tentar ganhar a confiança dos jogadores fingindo-se crianças, compartilhando dicas sobre como ganhar ou dando presentes, como pontos. Eles podem tentar dar um golpe, fazer um telefonema ou marcar um encontro pessoalmente.
Explore os jogos online junto com seu filho
Jogue com seus filhos ou sente-se com eles enquanto jogam. Você vai se divertir e também conhecer os jogos deles.
Verifique a classificação dos jogos que seu filho quer jogar. Nos EUA e Canadá, a maioria dos jogos vendidos em lojas de varejo contém a descrição e a classificação do Conselho de Classificação de Software de Entretenimento (ESRB). Use essas classificações para discutir os jogos mais adequados com seu filho, seja ele criança ou adolescente.
Atenha-se aos jogos conhecidos ou de sites confiáveis. Ao utilizar sites de jogos conhecidos, como MSN Games Xbox LIVE ou Yahoo! Games, você reduz o risco de baixar vírus ou de ser enganado.
Examine as condições de execução do jogo:
  • Saiba como o serviço de jogos monitora os jogadores e como atua em caso de abuso. O Xbox LIVE, por exemplo, ajuda os jogadores a proteger suas identidades e a denunciar conteúdo e comportamento condenáveis.
  • Leia a política de privacidade do site para saber como as informações das crianças serão usadas e protegidas. Não há política de privacidade? Jogue em outro lugar.
Defina em família as regras para jogos. Trabalhe em conjunto com a família para criar regras para jogos compatíveis com a idade e a maturidade de cada criança. Para obter sugestões, consulte um modelo de acordo da Microsoft, o PACT (download em PDF).
Ensine às crianças regras para jogar de forma segura.
Mantenha os dados pessoais em sigilo. Avise as crianças para nunca partilhar informações pessoais sobre si mesmas ou seus familiares com outros jogadores - nome verdadeiro, e-mail ou endereço, idade, sexo, fotos e afins.
Proteja as contas de jogos com senhas fortes:
  • As senhas fortes têm no mínimo 8 caracteres (quanto mais longas, melhor) e incluem uma combinação de letras, números e símbolos. Aprenda como criá-las .
  • Impostores e hackers costumam obter acesso porque recebem uma senha, portanto ensine seus filhos a nunca compartilhar suas senhas com ninguém (exceto os pais).
Crie um nome seguro de jogador. Ajude seu filho a escolher nomes de tela e marcas de jogador (como Kinect ID) que não revelem nada pessoal, que não sejam sugestivos e que não revelem a localização da criança.
Jogue honestamente.
Nunca se encontre pessoalmente com um “amigo” virtual sem salvaguardas no local. Crianças pequenas devem jogar apenas com familiares ou com amigos que você conhece. Adolescentes precisam discutir com os pais a criação de um plano seguro para encontrar alguém, como levar consigo um adulto de confiança e encontrar-se em um lugar público, como um café ou uma biblioteca.
Ajude as crianças a evitar jogos de azar online. Tenha conversas abertas sobre os perigos da dependência dos jogos de azar (mais comum entre jovens), os custos, administração de dinheiro e outros. Enquanto a maioria dos videogames é legal para menores, os jogos de azar não são.
Obtenha ajuda da tecnologia
Proteja seu computador de ameaças da internet. Instale software antivírus e antispyware. Nunca desative seu firewall. Mantenha todos os softwares (inclusive o navegador) em dia com atualização automática
Use configurações de proteção à família para ajudar a proteger as crianças. Essas ferramentas permitem especificar os jogos que o seu filho poderá jogar, monitorar como e com quem ele fala, definir limites de tempo para jogar e controlar o que ele vê e compartilha.Compare as ferramentas de segurança familiar que a Microsoft oferece .
Saiba como ativar esses controles nos dispositivos dos seus filhos. Explique para as crianças o que cada configuração faz e como ela ajuda a protegê-los — e não espioná-los.
O que fazer se houver problemas
Ensine as crianças a confiar nos seus instintos. Estimule as crianças a lhe contar se ocorrer algum fato perturbador — e não manter em segredo ou fingir que está tudo bem. Deixe claro que não serão punidos nem perderão o privilégio de jogar por lhe contarem.
Ensine às crianças como reagir a comportamentos condenáveis:
  • Se a criança jogar com alguém hostil, que a pressione para obter informações pessoais ou envie material inconveniente, a criança deverá ignorar, pedir para que a pessoa pare ou bloqueá-la.
  • Denuncie comportamento e conteúdo inadequados ao serviço de jogos — por exemplo, no Xbox 360, é possível usar a opçãoEnviar Reclamação .
Denuncie ameaças graves imediatamente. Se a criança estiver em perigo imediato ou alguém ameaçar, assediar, ou tentar atrair a criança para um encontro pessoal, ligue para a polícia local.


FONTE: http://www.microsoft.com/pt-br/security/family-safety/gaming-about.aspx

segunda-feira, 14 de julho de 2014

COMIN -CONFERENCIA MISSIONARIA INFANTIL


Este ano estamos realizando a 9ª Comin, paralela a 14ª COMIS-Conferência Missionária, na Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Templo Central - Jaguaribe, em João Pessoa - Paraíba. Depois postarei mais informações referente a programação. Participe!

segunda-feira, 7 de julho de 2014

PROGRAMAÇÃO DIA DOS PAIS



Musica  para homenagear o papai. Muito meiga: http://www.youtube.com/watch?v=rbuVp-Jfbrk
Música Linda da Turma do Printy: http://www.youtube.com/watch?v=E44yRn0Rmpw
Sugestão de música para o dia dos pais: http://www.youtube.com/watch?v=KLosedigza8

Essa canção de Milena também é bem legal: http://www.youtube.com/watch?v=UMtOCaLIQq8


SUGESTÃO DE PROGRAMA PARA OS PAIS
O PAI QUE CRESCE
(Sugestão enviada por Sidnéia da Silva Gonçalves e adaptada para o Site SAF)
Antes da reunião
Montar três quadros de flanelógrafo. Cortar em cartolina três faixas maiores e bem coloridas, em cada uma escrever: COMO HOMEM; COMO CRISTÃO; COMO PAI – são os três lances da escadaria. Em faixas menores escrever cada tópico a ser abordado – são os degraus de cada lance da grande escada. Atrás de cada faixa colar um pedaço de lixa (para aderir à flanela).

Introdução 
Dramatizar uma cena de programa da TV com dois personagens: a apresentadora e uma adolescente.
Apresentadora - Vamos sortear o próximo contemplado a participar do programa “Realize todos os seus sonhos”. Aqui está! - (retira um cartão de uma sacola) - O nome da grande contemplada é MARIA DA SILVA!
Adolescente (saindo dentre os assistentes e apresentando-se à frente) – Sou eu!
Apresentadora – Maria da Silva, hoje vamos realizar o seu grande sonho. O que você quer? Uma belíssima casa? Ou prefere três carros importados? Ou um helicóptero? Ou 500 mil Reais em dinheiro? Qual a sua resposta?
Adolescente (pensa um pouco e responde) – Tudo isto é muito bom, mas... o meu sonho, o que eu mais quero é UM PAI!

Dirigente da Reunião (que pode ser a própria apresentadora)
Para os filhos o maior tesouro são os seus pais: o papai e a mamãe. Se uma dessas pessoas não está presente em sua vida, ou falha em seu relacionamento, certamente uma lacuna se formará e muitos problemas acontecerão como conseqüência desta falta. Certamente, é o que está acontecendo com a adolescente que acabaram de ouvir. Mas não basta ter o nome de PAI, é preciso saber SER PAI. E, assim como os pais querem ver seus filhos crescerem, os filhos também desejam que seus pais cresçam. Cresçam como? Cresçam assimilando e incorporando em sua vida os valores morais e espirituais que foram ensinados por Jesus em sua caminhada pela terra. Esta aprendizagem é um processo que se chama santificação, e que se inicia no momento em que entregamos nossa vida a Jesus. Podemos representar este processo por uma grande escada, com três lances. Enquanto vai subido a escada, cada qual aprende a perseverar, e a perseverança produz esperança, e na jornada da vida, cada degrau representa, cada dia de um viver mais santo.
Desenvolvimento
Enquanto a mensagem vai sendo transmitida, a dirigente irá formando no flanelógrafo a escada que cada pai deve subir - o 1º lance (como homem), degrau por degrau – depois o 2º lance (como cristão), degrau por degrau – e por fim, o 3º lance (como pai).
Dirigente - Analisemos como o pai deve crescer:
1. COMO HOMEM
O pai é cidadão de seu país, presente na sociedade, e por isso deve ser:
ESPERANÇOSO – 1Co 15.19 – É um pai que se preocupa com o bem estar da esposa e dos filhos. Providencia o sustento de sua casa, preocupa-se com a educação dos filhos e com a saúde de todos, para que os seus sejam cidadãos dignos e úteis à nação. Mas o pai não está preso somente a esta vida, a esta pátria terrena. No versículo citado, vemos que nossa esperança deve estar além desta vida. Quantas vezes, você papai, disse ao seu filho, esta semana, que Jesus vai voltar? Que temos um lar no porvir?
HONESTO – Rm 13.8 – A ninguém devemos ficar devendo nada. O homem honesto paga suas contas, não engana a ninguém, e sua honestidade tem início em sua fidelidade a Deus. Ele é fiel em obedecer à Palavra, é fiel nos dízimos e ofertas.
TEMPERADO – Pv 15.1– O pai tem que ter domínio próprio. Não pode ser briguento, nem responder com ira e aos berros. Sua palavra com os filhos e com os demais deve ser agradável e temperada.
ORDEIRO – 1Co 14.40 – Como cidadão responsável, o pai deve acatar as ordens do governo de seu país, obedecer às leis civis, ser promotor da paz e da justiça, reconhecer e respeitar os direitos do próximo.
SINCERO – Sl 101.2b – Um homem que fala a verdade, que tem prazer na verdade. Que não inventa mentirinha, porém o que sai de sua boca condiz com os seus atos.
2. COMO CRISTÃO
É um homem que faz parte de uma Igreja e diante do mundo não se envergonha do evangelho, porque sabe que é o poder de Deus para a salvação de todo o que crê. Esse pai é:
MISSIONÁRIO – Pratica e ensina a seus filhos o “ide” de Jesus. É um homem que prega as boas novas. Prega com sua vida, com seus atos. Você, pai cristão, tem falado a seus filhos sobre a salvação que Jesus dá? O exercício do pai missionário começa em casa.
MODIFICADO - 2Co 5.17 – Um homem novo, modificado pelo Espírito Santo de Deus, que anda em novidade de vida, cujas ações são santas, diferentes das ações do homem do mundo. Para que seus filhos também se tornem “Novas Criaturas”, o pai tem que testemunhar que Jesus Cristo mudou o seu viver.
OBEDIENTE – Hb 5.8 - O pai, como bom cristão, obedece à lei de Deus. Permanece firme diante das tribulações e tentações deste mundo, seguindo o exemplo de Jesus, que foi obediente até a morte e morte de cruz. E ensina a seus filhos que a verdadeira felicidade está em obedecemos aos preceitos encontrados na Bíblia.
IMACULADO – Mt 5.8 / Lc 6.45– O pai precisa demonstrar que tem um coração limpo. Nunca se envolver em sujeiras e escândalos. Suas palavras devem revelar sabedoria e santidade. Nunca usar termos vãos, que não edificam.
3. COMO PAI
Como age o pai cristão? Como ele deve proceder?
ÍNTIMO – Jo 15.5 – Mostrar ao filho que, mesmo sendo uma pessoa madura, como pai ele depende de Deus, que sem Deus nada faz. Fazer o seu culto doméstico, mostrando sua intimidade com Deus. E também se tornar íntimo do seu filho, a fim de que, nos momentos difíceis, ele não procure soluções fora, mas busque o conselho de seu pai.
AMIGO - 1Pe 3.8 – Em todo tempo o pai deve se mostrar amigo de seu filho.
Procurar compreendê-lo e ser seu companheiro. Juntos devem fazer as lições da escola, passear, jogar futebol, andar de bicicleta, nadar, ir ao cinema... Não é só pai, é mais que isto: é um grande amigo! Mas para ser amigo, é preciso estar presente.
DISCIPLINADOR – Ef 6.4 – Como um pai pode criar um filho na disciplina e na admoestação do Senhor? Primeiramente, estando presente. Há muitos que acham que esta tarefa é “coisa da esposa”. Há pais que nunca perguntaram: “Filho, como foi o seu dia, hoje?” No entanto, ambos, mãe e pai são responsáveis, diante de Deus, pela criação dos filhos. Em segundo lugar, há os que acham que não devem disciplinar, pois isto vai tornar os filhos adultos tímidos e medrosos. Não é o que diz a Bíblia. Basta conferir no livro de Provérbios: 13.24; 22.6; 23.13-14; 29.15.
AMOROSO – 1Jo 4.7 – Nas ações de um pai deve sempre existir amor. No olhar do pai, em sua amizade, até mesmo quando repreende, em tudo o filho deve sentir que seu pai faz por amor. A criança precisa saber que o amor é algo muito bom, pois assim, quando o pai lhe falar de Jesus, que é todo amor, ela entenderá e entregará a Jesus o seu coraçãozinho.
PACIENTE – 1 Ts 5.14 – Nas adversidades, diante dos problemas, pai, seja paciente. Seja paciente para entender seu filho e para ensiná-lo na Palavra de Deus. Se a recomendação bíblica é que sejamos longânimos com todos, tudo deve começar no lar. Quantos pais há que estão sempre em ponto de bala, sempre prontos a explodir? Seja um pai paciente.
CONCLUSÃO
Queridos pais, estes três lances da grande escada da vida que têm de subir, não são vividos separadamente, mas têm que estar entrelaçados em cada dia de seu viver. Que em cada dia de suas vidas vocês possam ser exemplo como homens, como cristãos e como pais.
Que Deus os abençoe dando sabedoria, força e muitas alegrias. Que vocês possam ouvir de seus filhos: “Esse é o melhor pai do mundo, O MEU PAI!”
2ª Parte
(Sugestão enviada pela SAF de Lagamar, MG)
Providencie caixas de vários tamanhos, uma deve caber dentro da outra, de forma que a maior contenha todas as outras. Dentro de cada caixa coloque um cartão contendo uma ordem e embrulhe cada uma como para presente.
Dirigente  Vamos convidar, neste momento, alguns pais para estarem aqui à frente e serem homenageados, homenageando assim todos os pais presentes.
Dirigente - Convidamos o pai mais idoso
(Quando este vier à frente, entregue-lhe a caixa maior que contém as outras caixas e peça-lhe que abra o presente)
Ao abrir, encontrará um cartão e a segunda caixa. No cartão, que deve ser lido em voz alta, estará escrito:
“Queira nos desculpar, mas este presente é para o pai mais jovem.”
Dirigente - Convidamos o pai mais jovem
(A dirigente abraça o pai mais jovem, entrega-lhe a segunda caixa e pede que abra)
Ao abrir, o pai encontrará outra caixa e o segundo cartão, onde lerá:
“Queira nos desculpar, mas este presente é para o pai que mais vezes leu a Bíblia.”
Dirigente - Dos pais aqui presentes, qual leu a Bíblia mais vezes? Venha aqui à frente.
(A dirigente parabeniza este pai, entrega-lhe a 3ª caixa e solicita que abra)
Ao abrir, encontra outra caixa e um cartão, onde lerá:
“Desculpe-nos, mas este presente é para o pai que tem mais filhos.”
E, assim por diante, crie outros motivos para homenagear os pais, como por exemplo, “o pai que mais cedo se levantou hoje”, etc. Cada pai participante da homenagem deve receber um presente simples (uma caneta, ou uma meia) e a última caixa deve conter as lembranças especialmente preparadas para aquele dia e o cartão: “Distribua estes presentes entre todos os pais”